Events
HowTo_ThelmaVilasBoas_web_dt_new.jpg

Thelma Vilas Boas
Como fazer: Performatividades para Reparações Históricas Urgentes

June 1 at 6:00 PM — June 1, 2021 at 10:00 PM

ENGLISH VERSION BELOW

Inscrições abertas até 10 de maio de 2021
Clique aqui para inscrição

Vilas Boas é iniciadora de Lanchonete <> Lanchonete no Pequena África. Lanchonete <> Lanchonete atua como um local de reunião para reflexão crítica, como uma escola e como uma cozinha comum, razão pela qual uma ampla gama de visitantes diferentes combina na sala.
 Em seu workshop, Vilas Boas trata com pormenor as condições econômicas e sociais e conflitos com os quais os descendentes da população pré-colombiana e os escravos africanos enfrentaram por causa da colonização européia. Para ilustrar a complexidade das circunstâncias em torno de Lanchonete <> Lanchonete, a oficina começa com a voz e os corpos dos usuários do meio ambiente, que revelam a realidade em que vivem. 
Em Lanchonete <> Lanchonete, três dispositivos potencialmente políticos da cozinha são ativados. Com base nessas impressões, uma parte prática da oficina é seguida oferecida para as participantes que desenvolvem estratégias e possibilidades de influência prática e participação na mudança da situação.
 A oficina pretende interromper o esquecimento que ocorre assim que os participantes finalmente desligam suas câmeras para ir ao negócio diário.

Thelma Vilas Boas (* 1967) é fotógrafa e pedagoga com mestrado em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, e pós graduação em Cinema Documentário pela FGV. Atuou em espaços independentes como o CAPACETE (RJ) e SARACVRA (RJ). Participou em 2016 do Move Arts Japan, do Museu 3331 em Tokyo, uma iniciativa do curador japonês Masato Nakamura para ativar espaços de cultura em regiões periféricas do Japão. Em 2019 participou do projeto Casa do Povo: uma instituição do comum, em São Paulo, ativando a interlocução entre a Casa do Povo, a Ocupação 9 de Julho e as ocupações adjacentes à Lanchonete <> Lanchonete através da proposta DESLOCAR É PRECISO, onde 6 crianças da Pequena África viajaram até SP, se hospedando na Ocupação e vivenciando com a artista Thelma a residência artística que havia sido contemplada. Em 2018 foi professora convidada da Faculdade de Artes da UFF. Em 2019 foi professora convidada no curso DESILHA na cidade do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro. Atualmente é coordenadora das práticas artísticas pedagógicas na Ocupação Bar Delas (RJ) e idealizadora da Escola Por Vir no âmbito das atividades da Associação Cultural Lanchonete <> Lanchonete.

Registration open until 10 May 2021
Register here

Vilas Boas is the initiator of Lanchonete <> Lanchonete in the Gamboa district of Rio de Janeiro, which is also called “Little Africa” (Pequena África) by the inhabitants. Lanchonete <> Lanchonete acts there as a meeting point for critical reflection, as a school and as a communal kitchen, which is why a wide range of different visitors come together in the space. In her workshop, Vilas Boas deals with the economic and social conditions and the conflicts with which the descendants of the pre-Columbian population and the African slaves are confronted as a consequence of European colonization. In order to illustrate the complexity of the relationships around Lanchonete <> Lanchonete, the workshop begins with the voice and bodies of people from the surroundings that use the space and that reveal the reality in which they live. In Lanchonete <> Lanchonete, three potentially political dispositives of the kitchen are then activated. On the basis of these impressions, a practical part of the workshop follows with the participants, in which they develop strategies and possibilities for practical influence and participation in changing the grievances. The workshop intends to interrupt the forgetting that occurs as soon as the participants finally turn off their webcams to get on with day-to-day business.

Thelma Vilas Boas (* 1967) is a photographer and educator with a Master's degree in fine arts from the Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro. She completed postgraduate studies in documentary film at the Getulio Vargas Foundation. In 2018 she was visiting professor at the art faculty of the UFF in Niteroi. In 2019 she was visiting professor in the DESILHA course in the city of the graduate program for fine arts at the Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro. Vilas Boas is currently coordinator for educational artistic practices in the squatting Bar Delas (Rio) and organizer of Escola Por Vir as part of the activities of the Lanchonete <> Lanchonete cultural association. In 2016 she took part in Move Arts Japan, a project to activate cultural spaces in peripheral regions of Japan at the 3331 Museum in Tokyo. In 2019 she was invited to a residency in connection with Casa do Povo in São Paulo and initiated DESLOCAR É PRECISO, for which six children from Pequena África traveled to São Paulo and spent the artist residence there with her while they critically reflected on the circumstances.

HowTo_ThelmaVilasBoas_web_pt_new2.jpg